segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Conexões, signos e amor.


Foto: Thiago Purger

“Onde fica o coração disso tudo? Será que é o coração que bombeia, faz isso tudo circular? O coração disso tudo está no fundo do ventre, nos músculos do ventre. São esses mesmos músculos do ventre que, comprimindo as tripas ou os pulmões, servem para defecar ou acentuar a palavra. Não adianta bancar o inteligente, tem é que botar os ventres, os dentes, as mandíbulas para trabalhar” Valère Novarina.

Com o coração palpitante nossos desejos se cruzaram entre livros. A mesma paixão pela arte teatral. Dar o primeiro passo foi um impulso pautado pela busca incansável de estar dilatando nossas almas em cena.

Jacyara de Carvalho e Pvisrael são nossos signos que nos identificam como gente de teatro. A construção a quatro mãos de cada detalhe nos provoca a enfrentar nossos demônios que insistem em nos visitar.

Nossas expectativas são pequenas. Nossos sonhos são imensos. Estamos presentes e cheios de coragem para pesquisar linguagens múltiplas que possam nos significar. Não temos as respostas. Duvidamos sempre. Isso nos faz seguir adiante. Focados na troca.

A arte teatral exige a conexão de gente com gente. Somos feitos dos mesmos retalhos, respiramos os mesmos impulsos, bebemos da mesma fonte que qualquer um. Até onde estamos dispostos a seguir o coelho e entrar na toca de Alice?



É só o começo da jornada. Temos muito que caminhar. Venham conosco nesta trilha repleta de imaginação e de coisas inexplicáveis que fazem o riso explodir em nossa garganta e as lágrimas jorrarem de nossos olhos... Bem vindos!


Contato: bagagemciateatral@gmail.com